Deixe seu contato, retornaremos o mais rápido possível!

BLOG

musica

A IMPORTÂNCIA DA MÚSICA PARA EXERCÍCIOS FÍSICOS

A MÚSICA PODE SER UMA GRANDE ALIADA NO TREINO. MUITOS ATLETAS TÊM USADO DESSA PRÁTICA PARA MELHORAR SEU DESEMPENHO, CONFIRA!

Mas afinal: A música exercícios é uma boa pedida?
A resposta é sim!

Escutar a música que nós gostamos reduz a sensação de esforço durante a prática esportiva, tanto na competição quanto no treinamento. Além disso, quando escutamos música enquanto praticamos exercícios, a nossa concentração aumenta.

A música no treino pode ajudar a minimizar as sensações de fadiga nos exercícios de baixa e média intensidade. Ao mesmo tempo, nos exercícios de alta intensidade a atenção do corpo está voltada para os processos fisiológicos (como a respiração e o acúmulo de lácteos), dessa forma pode ser que já não cause tanto efeito no desempenho.

A música atua nos níveis de estimulação
Por isso, escutar música para exercícios pode modificar os estados de excitação emocional e psicológica. Isso pode ser usado para estimular o organismo para iniciar os exercícios, ou ao contrário, utilizar a música para relaxar após um treino pesado.

Sincronização com sua trilha sonora para corrida de rua
A sincronização das músicas com os treinos repetitivos pode afetar o rendimento do atleta. Isso se aplica na maioria das atividades, como ciclismo e corrida. O ritmo musical pode regular o movimento e prolongar o tempo de realização de cada atividade.

Música e aquisição de habilidades motoras
A música durante os exercícios pode inclusive influenciar na aquisição de habilidades motoras. Isso acontece porque desde a infância a música tem estado presente nas danças e jogos infantis no ambiente escolar e familiar.

São três as maiores explicações possíveis:
1. A música cria um ambiente mais descontraído e isso pode aumentar a motivação dos atletas e melhorar suas habilidades.
2. As letras de algumas canções, se selecionadas corretamente, podem reforçar aspectos essenciais de algumas técnicas esportivas.
3. A música replica as formas do movimento humano.

Algumas questões podem ser levadas em conta na hora de introduzir a música para exercícios nas seções de treino. Como por exemplo: qual o tipo da atividade física, como essa atividade afeta a outros esportistas e qual o objetivo de cada treino.

Algumas atividades são por si só particularmente são propícias para serem acompanhadas por músicas, como aquecimentos, treinamentos de musculação e de circuito. Nesses casos, o mais aconselhável é selecionar a música para exercícios que tenha um ritmo que melhor se adapte ao exercício que esteja proposto a praticar.

Via: Treinus.com.br (Adaptado)